A GESTÃO DA ROTINA COMO FERRAMENTA DE IMPULSÃO DA ESTRATÉGIA

maio 19, 2016 10:00 am

Gestão da Rotina

 

De acordo com o dicionário o termo estratégia é um princípio militar entendido como uma arte: a arte de aplicar com eficácia os recursos de que se dispõe ou de explorar as condições favoráveis que se desfruta visando alcançar determinados objetivos.

Na formulação de um Planejamento Estratégico são elaboradas a missão, a visão e os valores da empresa, isto é, define-se qual o propósito, a posição que se pretende alcançar no futuro e quais os princípios que guiam a vida da organização. A partir da definição da estratégia, são traçados indicadores e metas para garantir que os objetivos finalísticos da empresa sejam concretizados no longo prazo, afinal não se gerencia o que não se mede e não se mede o que não se define.

Para o bom gerenciamento, é preciso que as metas sejam atreladas a um prazo, comparáveis com o mercado, alcançáveis, buscando um equilíbrio entre o possível e o desafiador, e recompensáveis, de modo a criar incentivos para que os funcionários contribuam para o atingimento de metas.

Para que sejam alcançados resultados legítimos, estratégia e execução devem caminhar conjuntamente e a gestão do dia a dia é a ponte que liga estes extremos aos resultados. Enquanto a estratégia está pautada na definição de planos de ação, indicadores e metas, a execução consiste no acompanhamento dos processos internos da empresa, na análise de resultados e em ações que buscam corrigir problemas e aperfeiçoar pontos que já propiciam efeitos positivos.

Acredita-se que uma gestão do dia-a-dia efetiva deva incluir algumas características, como: padronização adequada e inteligente, que seja vista como um instrumento agregador e não apenas como um mero meio de controle; formulação de indicadores que promovam responsabilidades entre os funcionários, alinhando toda empresa na busca pela visão de futuro; realização de reuniões periódicas para formalização de um estudo crítico dos resultados que auxilie na tomada de decisões pelos gestores; e criação de uma cultura que promova a melhoria contínua do desempenho pessoal e dos processos internos da empresa, por meio da integralização de práticas de gestão.

Para que os pontos acima sejam concebidos, alguns instrumentos podem ser aplicados no dia a dia de uma organização:

  • Ciclo PDCA: método interativo de gestão utilizado para controle e melhoria contínua de processos por meio de quatro passos (planejamento, execução, checagem e ação). Através dele é possível identificar problemas, propor planos de ação e executá-los, validar resultados, analisar e corrigir possíveis desvios e padronizar novos procedimentos.
  • Metodologia 5W2H: instrumento que auxilia na execução e controle de tarefas. Funciona como um mapeamento em que ficará estabelecido o que será feito, quem será o responsável, em qual período de tempo, em qual área, como será feito, quais os custos e todos os motivos pelos quais esta atividade deve ser feita.
  • Gestão à vista: possibilita que informações relevantes sejam colocadas à vista dos empregados e gestores, permitindo o acompanhamento de indicadores e status de projetos, melhorando a comunicação interna e engajando os funcionários na busca por resultados.

A utilização dessas ferramentas bem como a estruturação da gestão do dia a dia, apoiada na missão e nos valores da empresa, são capazes de levar a organização a otimizar seus processos, alavancar a satisfação de seus colaborados e a alcançar sua visão de futuro, concretizando o planejamento estratégico.

 

Escrito por: Elaíne Godoi, Consultora – UCJ

 

Precisa de ajuda para traçar a estratégia da sua empresa e para incorporá-la na rotina de seus funcionários? Veja nossas soluções e entre em contato!

Palavras-chave: , , ,

Categoria: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *