DESDOBRAMENTO DE DIRETRIZES: UMA DAS CHAVES PARA O SUCESSO EMPRESARIAL

março 3, 2016 11:15 am

Desdobramento de Diretrizes

 

O mundo empresarial da atualidade é um lugar repleto de desafios. Mas o que são esses desafios? Um desafio, ou problema, nada mais é do que um resultado indesejado. Assim, resolvê-lo significa obter o resultado desejado, ou seja, significa cumprir as metas estabelecidas. Saber como transformar problemas em metas cumpridas é o diferencial entre as empresas que prosperam e as que ficam pelo caminho.

Um modelo de gerenciamento que permite que todos possam auxiliar na resolução dos problemas da empresa é o sistema de gerenciamento pelas diretrizes apresentado por Vicente Falconi (cofundador e atual sócio e conselheiro da FALCONI Consultores de Resultado) em seu livro “Gerenciamento pelas Diretrizes”.

O Modelo se baseia no desdobramento das diretrizes. Mas daí surge a pergunta: o que exatamente implica desdobramento de diretrizes? Desdobrar uma diretriz significa dividi-la em outras, colocando-as sob responsabilidade de outras pessoas. Todas as diretrizes desdobradas devem estar intimamente ligadas à diretriz original, de forma que o cumprimento de todos os desdobramentos resulte no cumprimento da diretriz estabelecida originalmente. Contudo, tal desdobramento deve ser feito apenas para o que é prioritário para a empresa no ano em questão, de forma a não haver desperdício de tempo e esforços.

Cada diretriz é composta por uma meta, além das medidas necessárias para atingi-la. Existem dois tipos de medidas:

As medidas desdobráveis são as que deverão ser executadas pelos níveis hierárquicos inferiores, ou seja, serão delegadas.

As medidas não desdobráveis deverão ser transformadas em planos de ação, e executadas pelo responsável pela diretriz.

Um plano de ação é composto pelo que chamamos de 5W1H, representado na figura abaixo:

5W2H

 

Nele, identifica-se o que será feito; quem será responsável por fazer; quando irá fazer; onde irá fazer; por que o fará; e como o fará.

O desdobramento das diretrizes estará completo quando uma meta do presidente, por exemplo, tiver sido transformada em diversos planos de ação para os vários níveis hierárquicos da empresa.

Compreendida a necessidade de se desdobrar as diretrizes da empresa, o bom gestor deve optar por qual método de desdobramento usar. Falconi apresenta dois deles:

  1. É mais simples, sendo recomendado para organizações iniciantes. Consiste em transformar as medidas desdobráveis de níveis hierárquicos superiores em objetivos gerenciais dos níveis hierárquicos inferiores, convertendo-os em metas. Como, nesse método, o foco do desdobramento é nas medidas, há o risco de perda de foco na meta principal, risco esse que deve ser mitigado através da boa comunicação e alinhamento entre os diversos níveis hierárquicos.
  1. Mais avançado, sendo o foco do desdobramento são as próprias metas. Assim, cada nível gerencial estabelece suas próprias medidas, em um processo de análise de desdobramento. Durante esse processo, é preciso atenção para que todas as medidas estejam alinhadas às demais medidas daquele nível hierárquico e às metas e medidas dos níveis superiores. Desse modo, o alinhamento de todos dentro da empresa estará assegurado.

Por ser mais simples, o primeiro método é recomendado em um primeiro momento. Conforme a evolução da empresa, o cenário ideal passa a ser aquele no qual o método utilizado é o segundo. Nesse ponto, a boa execução do Desdobramento das Diretrizes irá possibilitar o alinhamento de todos os membros da empresa rumo ao sucesso, potencializando os resultados obtidos.

Escrito por Lucas Kumaira, Gerente de Projetos UCJ

Palavras-chave: , , ,

Categoria:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *