Microempresário: Cenário Macroeconômico e Sobrevivência na Crise

fevereiro 15, 2017 10:52 am

Os anos de 2015 e 2016 foram marcados, economicamente, por uma grave recessão. Os principais afetados por esta situação de desaceleração da economia e retração do PIB são os micro e pequeno empreendedores. Notoriamente, os últimos dois anos foram ainda mais difíceis para estes empresários que além da ineficiente burocracia estatal e inflados regimes tributários, tiveram também que enfrentar a crise econômica.

 

O ano de 2017 já apresenta melhores expectativas, entretanto, o cenário ainda é muito distante do ideal ao desenvolvimento do micro e pequeno negócio. É essencial, portanto, que esta classe se atente a algumas práticas que podem facilitar a sobrevivência de seu negócio em meio a um cenário tão incerto.

 

Crises econômicas são momentos em que as oportunidades de inovação são mais aparentes. As pessoas buscam soluções mais práticas e baratas aos problemas do dia a dia, sendo assim, ofertar tais soluções, nestes momentos, configura uma boa perspectiva de crescimento. Dois bons exemplos a serem mencionados para ilustrar tais oportunidades são a criação dos supermercados, que surgiram em meio à crise de 1929, com o objetivo de ofertar alimentos a um menor preço, e a criação da empresa Uber, que surgiu frente à de crise de 2008, ofertando transporte mais rápido, barato e prático aos passageiros.

 

Outra razão de sucesso destas empresas foi a sua organização estrutural. De nada adianta ter um produto inovador sem que as bases para seu crescimento estejam bem firmes. Dessa forma, deve-se sempre manter os dados e registros financeiros bem organizados, bem como definir precisamente as estratégias de crescimento da empresa e seus métodos de inserção no mercado.

 

Sendo assim, a lição que fica aos micro e pequeno empreendedores que desejam sobreviver em tempos de incerteza é: inove, porém com organização e clareza, para que todas as decisões da empresa estejam bem alinhadas às estratégias de crescimento do produto inovador. Afinal, tempos de crise são tempos de oportunidades, mas uma inovação não apresentará um futuro promissor caso não esteja bem definida e organizada.

 

Rodrigo Pifano – Gerente de Negócios

Palavras-chave: , , ,

Categoria: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *