Entender Seu Mercado Para Melhores Resultados: Plano de Marketing

maio 25, 2017 4:25 pm

O Plano de Marketing, por se tratar do direcionamento de mercado da empresa, exige que o gestor cumpra etapas de estruturação que são essenciais para o sucesso da alavancagem dos resultados.

A estrutura do plano de marketing passa primeiro pelo planejamento, que se trata da definição do resultado esperado e das etapas que serão executadas em sequência e da estimativa do custo da operação. O próximo passo são as análises, mercadológicas e internas, que visam trazer insumos para o plano e orientar as tomadas de decisões.

A análise mercadológica é o entendimento do seu público: como ele se comunica e por quais canais, como ele compreende o produto ou serviço, seus hábitos de consumo e suas preferências. Engloba também a compreensão da forma como os players similares estão agindo e qual o impacto das suas ações no mercado. Já a análise interna mensura quais os recursos disponíveis ou que são acessíveis dada a realidade da empresa, para que os consumidores sejam atingidos.

A etapa seguinte corresponde à definição de estratégias, ou seja, a partir dos insumos sobre como o seu cliente se comporta e quais as ferramentas internas que o gestor possui para alcança-lo, como isto de fato será feito? As opções são diversas: marketing digital inbound e outbound, marketing de conteúdo, mídias impressas e telecomunicação, etc. Tudo depende do comportamento do seu cliente e a quantidade de recursos que a empresa está disposta a desprender.

Avançando no plano de marketing, o momento é de montar um cronograma. Muitas ações devem ser sequenciais e sensíveis aos ciclos de consumo dos clientes, podem também depender de um ritmo determinado de produção de conteúdo ou da fase (atração, conversão, fechamento e fidelização) que o cliente se encontra, além disso, todas as ações devem ser priorizadas. Dessa forma é perceptível a importância de um cronograma, para que o gestor não se perca na sua rotina, nem deixe etapas importantes serem executadas fora do momento propício.

Após todas as etapas anteriores concluídas deve-se executar a implementação. Para isso, é essencial que exista um responsável e que as atividades estejam devidamente delegadas. Esta fase depende da atuação conjunta dos colaboradores, e isso só é possível se todos estiverem alinhados com os objetivos estratégicos de toda operação.

O trabalha não para por aí, o monitoramento deve ser não apenas sequencial, como também paralelo a implementação e constante. O monitoramento é feito através de ferramentas de controle como coleta de satisfação, testes diversos e mensuração dos resultados dos indicadores. Dessa forma, pode-se aperfeiçoar as ações e corrigir atos falhos no processo.

Por que o plano de marketing é tão importante?

O plano de marketing promove a estruturação e a integração das atividades do setor, prioriza o investimentos dos recursos, minimiza o efeito de possíveis problemas e direciona a empresa para a visão de futuro desejada. O posicionamento assertivo de mercado alavanca os resultados da empresa tanto no sentido comercial quando na criação de um negócio ideal, conseguindo alcançar a satisfação dos consumidores, elevando a empresa ao patamar desejado.

É importante ressaltar que alguns mercados possuem timing diferenciado e por isso exigem certa agilidade no plano de marketing. Para que isso seja possível é necessário entender as oportunidades do mercado, perceber se é o momento de arriscar na execução e mensurar os impactos com o monitoramento ou partir para um plano de marketing mais detalhado como o descrito no artigo.

Brenda Oliveira – Gerente de Negócios e Ítalo Saldanha – Gerente de Relacionamento Corporativo

Categoria: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *